O que está buscando?

Fab Lab da escola Sesi de Mogi Guaçu prepara tema de exposição para 2022

Vários projetos e oficinas foram realizados com os estudantes, mas o laboratório também é aberto para parcerias

 Por: Sesi Mogi Guaçu
15/12/202116:27- atualizado às 08:57 em 16/12/2021

Funcionando desde fevereiro deste ano, o Fab Lab da escola Sesi de Mogi Guaçu já realizou diversos projetos e oficinas como estampagem de camisetas, braço robótico impresso em 3D, sistema solar impresso em 3D, carro robô, um rastreador solar 3D, o próprio programa Maker Leader que capacita os alunos as tecnologias do laboratório e até mesmo uma exposição de modelos 3D de Santos Dumont, onde a maior parte das peças foi produzida no laboratório e está percorrendo diversas unidades do Sesi-SP. Para 2022, o tema da exposição será cordel.

O Fab Lab faz parte de uma rede mundial de laboratórios de fabricação, uma plataforma de prototipagem rápida para inovação e invenção, que estimula o aprendizado maker, a educação investigativa e o empreendedorismo. Por integrar essa rede mundial, o laboratório possui uma dinâmica de organização e trabalho única, focando seu atendimento em atividades didáticas, mas também é possível formalizar parcerias com empresas e indústrias para oficinas ou até mesmo projetos de prototipagem. 

Na escola de Mogi Guaçu, o laboratório conta com impressoras 3D, prensa térmica que possibilita o trabalho de estamparia, plotter de recorte (adesivos e comunicação visual) e máquina de corte e gravação a laser, entre outras ferramentas manuais e elétricas como furadeira, parafusadeira, dremel e multímetros. Uma oficina bastante completa para criação digital e fabricação. O técnico de laboratório didático (Faber), Theodoro Eduardo Cezar Firmo, explica que o Fab Lab possibilita a troca de experiência e a integração entre os participantes “os alunos podem criar, errar e aprender com todo o processo”, mencionou.

Theodoro comenta que no Fab Lab é possível trabalhar a interdisciplinaridade, estimular a criatividade, o raciocínio lógico, coordenação motora, trabalho em equipe e até mesmo o aprimoramento do inglês, “fortalecendo a aprendizagem e o conhecimento”. Dentro do programa Maker Leader, 10 alunos estão sendo capacitados para colaborar com Theodoro. Com um treinamento diferenciado e modwrno, os estudantes são inseridos em todos os contextos do laboratório e aprendem a trabalhar com o maquinário e equipamentos trazendo autonomia e auto confiança..

Dependendo da faixa etária dos alunos, oficinas e projetos são idealizados para que todos possam interagir desde atividades básicas de pintura e desenho até mais avançadas como fabricação de um braço robótico, por exemplo.

O atendimento do FabLab funciona através de agendamentos. O professor/colaborador manda um e-mail detalhando a atividade que deve ser desenvolvida e o Faber prepara conteúdo, material e o agendamento é feito dentro das normas da rede mundial, focando sempre em atividade com fins didáticos, fortalecendo a cultura maker do faça você mesmo.